Buscar...

Validating credentials, please wait...
Os receios em T.E.M

Por um comunicado de imprensa recente publicado por Timothy C. Colwell, lançado no Telecom Reseller, intitulado Enterprise TEM & EMM Vendor Adoption , “Em um recente estudo de pesquisa AOTMP de 259 organizações, apenas 53% indicaram o uso do software e / ou serviços de um T.E.M. / E.M.M. (Enterprise Mobility Management).

A auditoria, a otimização e o inventário estão no centro das capacidades dos fornecedores TEM e EMM, de modo que o nível moderado de adoção dessas soluções é intrigante considerando a importância do mercado declarado de cada atividade. As razões mais comuns citadas pelas organizações para não usar um fornecedor TEM / EMM em suas práticas de gerenciamento de telecomunicações são:

  1. A incapacidade de justificar a despesa adicional dos serviços T.E.M.
  2. As atividades são tratadas internamente / nenhum terceiro é necessário.
  3. A crença de que o gerenciamento de um fornecedor e software T.E.M. / E.M.M. é muito trabalho.

Do outro lado da equação, 32% das organizações que usam uma solução de fornecedor T.E.M. / E.M.M. relatam um aumento na eficiência de FTE (Full Time Equivalent – Equivalente de Tempo Completo) e ganhos de produtividade por causa do relacionamento “.

A Fastmind, situada no bairro de Butantã em São Paulo, oferece gerenciamento de despesas de telecomunicações (T.E.M.), gerenciamento de mobilidade empresarial (E.M.M.), software e serviços para suportar essas e outras atividades.